Control Quality

Facebook

Pré-eclâmpsia: L-arginina e vitaminas antioxidantes podem reduzir o risco da doença

Categorias:






Estudo publicado pelo British Medical Journal, mostrou que o uso do aminoácido L-arginina juntamente com vitaminas antioxidantes reduz o risco de pré-eclâmpsia em gestantes com história pessoal ou familiar prévia da doença. O suplemento deve ser usado a partir de 20 semanas de gestação até o parto. 
Para avaliar a hipótese de que a deficiência relativa do aminoácido L-arginina (substrato para a síntese do gás vasodilatador óxido nítrico) pode ser associada ao desenvolvimento de pré-eclâmpsia, foram estudadas gestantes com uma história de gravidez anterior complicada por pré-eclâmpsia, ou pré-eclâmpsia em um parente de primeiro grau - consideradas de risco aumentado para a recorrência da doença. As participantes foram divididas em três grupos: 

222 mulheres recebendo placebo. 

228 recebendo L-arginina mais vitaminas antioxidantes. 

222 recebendo apenas vitaminas antioxidantes. 

A suplementação com L-arginina juntamente com vitaminas antioxidantes reduziu o risco de pré-eclâmpsia, enquanto o uso de apenas vitaminas antioxidantes ou placebo não mostrou o mesmo resultado preventivo. A proporção de mulheres que desenvolveram pré-eclâmpsia foi de 30,2% no grupo recebendo placebo; 22,5% no grupo que usou apenas vitaminas e de 12,7% no grupo da vitamina L-arginina. 
A suplementação de L-arginina com vitaminas antioxidantes deve ser avaliada em uma população de baixo risco para determinar a generalização do efeito protetor. 
FONTE: BMJ

LEIA TAMBÉM: