Control Quality

Facebook

Enzima de rã trata verrugas genitais do HPV

Categorias:

Três quartos dos homens com verrugas anogenitais causadas pelo papilomavírus humano (HPV) tiveram remissão clínica e o restante dos pacientes tiveram respostas parciais a uma enzima derivada de rã, segundo relataram pesquisadores em estudo divulgado na reunião da Academia Americana de Dermatologia, que ocorreu em São Francisco.
A remissão clínica ocorreu em 18 de 24 pacientes avaliáveis em resposta à Ranpirnase, uma endoribonuclease derivada de ovos de Rana pipiens ou sapo leopardo do norte. Os pacientes receberam 1 mg/ml, duas vezes ao dia, de uma formulação tópica de Ranpirnase e as remissões ocorreram, em média, no prazo de 33 dias do início do tratamento, segundo informou Luis Squiquera, da Tamir Biotechnology. O restante dos pacientes avaliáveis apresentou melhora de pelo menos 50% das lesões.
Este estudo, com um número limitado de pacientes, fornece a primeira evidência clínica da eficácia antiviral da Ranpirnase e dá suporte para uma avaliação mais aprofundada desta medicação em um estudo clínico expandido para tratar verrugas anogenitais, segundo a conclusão do pesquisador.
A Ranpirnase já foi avaliada para o tratamento de vários tipos de tumores malignos. Estudos in vitroconfirmaram a eficácia da enzima contra o HPV-11 e a atividade alargada contra o papilomavírus, confirmada em estudos envolvendo coelhos de laboratório. A enzima tem um perfil de toxicidade favorável acumulado em estudos clínicos e pré-clínicos.
Fonte: American Academy of Dermatology Annual Meeting

LEIA TAMBÉM: