Control Quality

Facebook

Brócolis protege contra câncer do fígado

Categorias:

Comer brócolis três a cinco vezes por semana pode reduzir o risco de muitos tipos de cânceres.
O
efeito anticâncer do brócolis é conhecido há bastante tempo e pode até ser ampliado, por exemplo, com a ingestão de brócolis picante.
Neste novo estudo, a equipe mostrou que a inclusão de brócolis na dieta pode proteger contra câncer do fígado, bem como ajudar na luta contra o desenvolvimento da chamada
doença hepática gordurosa não-alcoólica.
Uma dieta com alto teor de gordura, rica em açúcar, além do excesso de gordura corporal, está relacionada com o desenvolvimento da doença hepática gordurosa não-alcoólica, que pode levar a doenças como a
cirrose e o câncer do fígado.

Saúde do fígado

"A história normal acerca do brócolis e da saúde é que ele pode proteger contra uma variedade de diferentes tipos de câncer. Mas ninguém tinha olhado para o câncer de fígado," justificou a pesquisadora Elizabeth Jeffery, da Universidade de Illinois (EUA).
"Decidimos que o câncer de fígado precisava ser estudado especialmente por causa da epidemia de obesidade. Já está na literatura [médica] que a obesidade aumenta o risco de câncer de fígado e isto é particularmente verdadeiro para os homens. Eles têm um risco quase cinco vezes maior de ter câncer de fígado se forem obesos," completou.
Apesar do foco no impacto do brócolis sobre a formação e progressão de tumores cancerosos no órgão, a equipe também queria observar a saúde do fígado como um todo e como ele estava metabolizando os lípidos em decorrência da dieta rica em gordura.

Vegetais brássicos

Durante a doença hepática gordurosa não-alcoólica, formam-se glóbulos de gordura sobre o fígado.
Os experimentos em animais de laboratório revelaram que, no desenvolvimento da doença, tanto o número de nódulos de câncer quanto o tamanho dos nódulos aumenta no fígado.
Mas quando se adiciona brócolis à dieta o número de nódulos diminui. O tamanho dos nódulos que ainda ocorrem não foi afetado.
Embora os pesquisadores tenham usado apenas brócolis no estudo, Jeffery acrescenta que outros vegetais brássicos, como a
couve-flor ou a couve-de-bruxelas, podem ter o mesmo efeito.
Fonte: Diário da Saúde

LEIA TAMBÉM: